Prefeituras     Câmaras     Outras Entidades
 
 
 
SEJA BEM VINDO A TRIBUNA ONLINE
GUANAMBI/BAHIA - Sábado, 20 de Abril de 2024
 
 
 
ONDE ESTOU: PÁGINA INICIAL > NOTÍCIAS
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

   
 
 

EDITAIS

NOTÍCIAS

 

‘Maior tragédia ambiental’: incêndio em Mundo Novo já atingiu 30 fazendas e mosteiro histórico corre risco
Há indícios de que incêndio teve origem criminosa, segundo prefeito
Domingo, 03 de Dezembro de 2023

A cidade de Mundo Novo, no centro-norte baiano, enfrenta a pior tragédia ambiental de sua história com um incêndio que já atingiu 30 fazendas da zona rural. Os povoados de Jequitibá e Pindaí, que somados têm mais de 3 mil habitantes, são os que mais sofrem. A Abadia Cisterciense de Jequitibá, um dos cinco mosteiros desse tipo do país, corre o risco de ser atingida pelo incêndio descontrolado.

Neste domingo (3), o prefeito de Mundo Novo, José Adriano da Silva (PSB), recebeu a notícia de que a cidade receberá reforço do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, além de dois aviões para ajudar no combate ao fogo. O município cancelou a inauguração da decoração de Natal que aconteceria neste final de semana por conta do desastre ambiental.
“O incêndio na região do povoado de Jequitibá, que tem um mosteiro histórico, já atingiu mais de 30 fazendas e está, até o momento, descontrolado. O fogo já atingiu uma reserva ambiental e há risco iminente de afetar os dois povoados”, afirma o prefeito. Ninguém se feriu até então. As chamas se estendem por mais de cinco quilômetros.

De acordo com José Adriano, indícios apontam que o incêndio foi provocado por moradores da região, que perderam o controle das chamas. “Ainda é prematuro afirmar, mas tudo leva a crer que é um incêndio criminoso e já existem indícios de autoria. Estamos cobrando as investigações das autoridades responsáveis”, completa o prefeito.

A cidade é uma das 16 em que bombeiros militares atuam para combater os focos de incêndio neste domingo (3). O combate ao fogo na região conta com oito aviões e dois helicópteros, sendo um deles enviado pelo Governo de Pernambuco.



 

FONTE: www.correio24horas.com.br  
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

   
 
    © 1999-2024 TRIBUNA ONLINE